Equipamentos

Material de Treino, Jogo e Utensílios

Bases: 1ª, 2ª, e 3ª.

Deverão ser feitas em tecido branco ou em materiais sintéticos, e deverão estar seguramente presas ao chão. Todas elas deverão estar completamente dentro do campo (a 1ª e a 3ª não deverão estar em cima da linha mais ao lado da mesma, dentro do campo). Deverão ter 38 cm de lado e entre 7,6 cm e 12,7 cm de espessura, sendo cheias /preenchidas com um material macio (no caso das sintéticas deverão ser relativamente moles).

Back Stop

Estrutura montada por detrás da Casa Base com o objetivo de parar as bolas (mantendo-as em jogo) que o receptor não conseguir apanhar oriundas de um lançamento ou de um passe. Cada clube tem montado uma estrutura própria, a qual basicamente consiste numa armação de metal coberta por uma rede.

Bola

A Bola de Basebol é feita de pele, cordão e cortiça (ou borracha). O núcleo da bola deverá ser em cortiça, em volta do qual é enrolado um cordão (bastante apertado) até ficar com aproximadamente 23 cm de circunferência. Deverá ser então coberta com duas tiras de pele branca. O seu peso ronda as 30 gramas.

Boné/Chapéu

Equipamento para além de obrigatório na prática de basebol, é também indispensável para os jogadores da equipe que está a defender, para evitar o encadeamento provocado pelo sol ou luminosidade excessiva. O Boné /chapéu faz parte do equipamento oficial de todas as equipas de basebol, sendo também uma peça de merchandising muito procurada pelos apoiadores das equipas.

Caneleiras

Estrutura de plástico (normalmente) muito resistentes (para proteger as pernas /canelas do receptor das bolas lançadas e /ou mal batidas) mas maleáveis, pois o receptor utiliza-as durante todo o tempo em que a sua equipa está a defender. Utilizadas também pelo árbitro principal.

Capacete

Utilizado pelos jogadores da equipe atacante que estejam, no momento, em jogo (dentro de campo). Obrigatório uma vez que estes jogadores, quando correm entre bases não costumam olhar para a bola, e esta normalmente circula muito perto dos atacantes. O receptor utiliza um capacete próprio, de tamanho mais reduzido (parece uma tigela).

Casa Base (Home Plate)

Base marcada por um pedaço de borracha branco achatado e com 5 lados. Deverá ter 31cm quadrado. Um dos lados deve medir 43,2 cm, os dois lados ligados a este 30,5cm e os outros dois (os que forma a cunha e se juntam)

Cleats

Tênis com pítons essenciais a darem a aderência necessária aos atletas quando fazem o arranque para começar a correr, quer quando na defesa perseguem uma bola rápida quer quando no ataque iniciam a corrida. Derrapar implica demorar mais tempo a fazer a jogada o que em muitos casos poderá ditar a eliminação ou não de um jogador. Existem pítons de borracha e metálicos, ambos fixos como removíveis. Dado o tipo de campos em que jogamos em Portugal (terreno duro) aconselham-se os de borracha fixos (pítons de forma retangular), pois são mais confortáveis e duradouros, pois se desgastam, mas raramente se partem. Os de metal (pítons achatados em forma de lamina) são mais aconselhados em terrenos moles ou relvados, pois neste caso tornam-se mais eficientes em termos de aderência. De qualquer modo cada jogador deverá utilizar aqueles com que se sentir mais confortável. Na dificuldade de encontrar este tipo de tênis próprios para o Basebol, umas “chuteiras” poderão substituí-los facilmente.

Coquilha

Equipamento de utilização opcional, que embora de utilização incomoda é uma peça fundamental para todos os jogadores seja qual for a sua posição, dado que a mesma protege os órgãos genitais. Deve ser usado tanto pela equipa que defende como pela equipa atacante, já que permite uma abordagem mais segura e confiante a todas as jogadas.

Luva

Serve como protector da mão que apanha as bolas batidas pelo atacante ou passadas pelos companheiros de equipe. A sua dimensão pode depender do tamanho do jogador (infantil, sênior) e /ou da posição em que este joga – as luvas dos jogadores do Campo Interior são normalmente menores que as dos jogadores do Campo Exterior. Existem duas posições em que é permitida a utilização de luvas um pouco diferentes, mais “almofadadas”. O Primeira Base – luva idêntica à dos outros jogadores, mas com maior dimensão e com mais proteções – e o Receptor, que utiliza uma luva quase redonda sendo esta bastante almofadada. Pode ser feita de vários materiais desde os sintéticos à pele natural. A sua escolha é bastante importante, pois uma luva mais barata pode servir para quem começa a jogar ou quem não joga muito, mas se for utilizada em situações em que a bola atinja altas velocidades poderá degradar-se com facilidade. Como escolher /tratar da luva.

Luva de Batimento

Luvas utilizadas pelos jogadores atacantes, quando batem a bola. A utilização deste tipo de luvas permite ao batedor ter um melhor controlo do taco, ao mesmo tempo em que oferece uma certa proteção contra a vibração do mesmo a quando do contacto com a bola. Poderão também ser utilizada por alguns dos defesas, por debaixo da luva de pele como modo de retenção do suor da mão (evitando que este estrague a luva).

Máquina de Lança Bolas MLB (Pitching Machine)

Existem vários gêneros e modelos destes tipos de máquinas. Utilizadas majoritariamente no treino dos batedores, onde proporcionam uma grande quantidade de diferentes lançamentos a velocidades variáveis, mantendo sempre a mesma precisão. Pode também ser utilizada no treino defensivo, podendo colocar as bolas com velocidades variáveis em vários pontos do campo

Máscara

Estrutura em metal (ou outro material resistente), almofadada que protege a face e parte de cabeça do receptor contendo normalmente uma peça móvel que protege a garganta / pescoço. Deverá ser resistente de modo a proteger o receptor das bolas lançadas e /ou mal batidas. Deverá ser de remoção e colocação fácil, pois está constantemente a ser retirada (quando a bola entra em jogo). Poderá estar ligada a um capacete, especialmente utilizada pelo receptor. Utilizada também pelo árbitro principal.

Peitilho

Escudo que protege o peito do jogador que joga na posição de receptor o qual defende a casa base e recebe os lançamentos do lançador. Deverá ser resistente de modo a proteger o receptor das bolas lançadas e /ou mal batidas e do contacto físico em que este jogador se vê envolvido quando há jogadas “apertadas” na casa base. Contudo deverá também ser maleável de modo a permitir ao jogador que o usa ter liberdade de movimentos. Utilizado também pelo árbitro que se posiciona por de trás do receptor (árbitro principal).

Prato Base do Lançador (Pitcher Plate)

Deverá ser um pedaço de borracha branca achatado, de 61cm por 15,3cm (mais detalhes podem ser encontrados na página das regras o no ficheiro de apoio às regras). Encontra-se colocado entre a 2ª base e a casa base, distando do ponto mais distante desta em 18,45m.

Taco

Instrumento essencial com que a equipe atacante “coloca” a bola em jogo. O seu tamanho e peso dependem da perícia, força e tamanho do jogador em causa. Pode também ter a ver com a força psicológica que transmite ao jogador. Podem ser feitos em diversos materiais como a madeira (tradicional mas menos eficaz em ligas menos competitivas), o alumínio (mais utilizado dada a sua eficiência Vs preço Vs durabilidade) e outros (fibras, …., ).

Túnel de batimento (Batting Cage)

Estrutura montada fora do campo de jogo, utilizada para a prática e ou aquecimento do batimento. Normalmente feita de uma armação em metal sendo o “túnel” formado por uma rede, a qual evita que as bolas batidas saiam da área do túnel. Deste modo o treino de batimento poderá ocupar só uma ou duas pessoas que com menos material fazem um treino mais eficiente e rápido. Numa das extremidades posiciona-se o batedor e na outra uma máquina de lançar bolas (pitching machine) ou um lançador, os quais deverão estar devidamente protegidos por um “écran em L”.

Écran em L (L Screen)

Estrutura móvel utilizada para proteger o lançador (ou MLB) das bolas batidas, quando em treino.